segunda-feira, 30 de maio de 2011

1

Belém pode ter o primeiro Centro de Transplantes do Norte

“A região Norte do Brasil precisa ter seus centros de transplante de medula óssea”, declarou o diretor da Sociedade Brasileira de Transplante de Medula Óssea (SBTMO), Luis Fernando Bouzas - que também é coordenador geral do Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome) e da Rede BrasilCord - durante debate sobre transplante de medula óssea (TMO) no segundo dia do III Congresso Pan Amazônico de Hematologia e Hemoterapia, em Belém (PA), encontro que reuniu mais de mil especialistas em doenças do sangue, organizado pela Associação Brasileira de Hematologia e Hemoterapia (ABHH) com apoio da Fundação Hemopa.
De acordo com o especialista, as cidades mais cotadas para integrar a rede são Belém e Manaus, cujos hemocentros fazem parte do Redome. “Atualmente, os pacientes de doenças oncohematológicas, como linfomas, leucemias e mielomas, entre outras, com indicação para TMO e que vivem na região Norte, precisam ser transportados até as regiões Sul e Sudeste, ou aos centros de transplante do Nordeste, que já estão com muitos pacientes aguardando em suas listas”, relata.
No Brasil há 65 centros de transplantes, a maioria nas regiões Sul e Sudeste. Para instalar um centro na região, as instituições e/ou os governos estaduais precisam elaborar um projeto a ser submetido à aprovação do Ministério da Saúde. Presente no Congresso, o secretário de Saúde do Pará, Hélio Franco, deu “sinal verde” para o projeto.
Fonte aqui.

1 Comentário:

Ministério da Saúde disse...

Você sabia que muitos pacientes ainda esperam por um doador de medula
compatível?
Faça parte do cadastro e incentive a doação de medula óssea. Você sabe
como ajudar? Para mais informações:comunicacao@saude.gov.br ou
http://www.formspring.me/minsaude