domingo, 19 de dezembro de 2010

7

Meu umbigo e uma pequena pausa aqui no blog


Antes de falar de mim e de meu tratamento, tem-me sido bem mais fácil (e acho até que isso se tem traduzido em mais utilitarismo para aqueles que acompanham o blog) limitar-me a postar - antes mesmo que venham a ser publicadas nos principais portais eletrônicos de notícias do país - as matérias que pesquiso e traduzo dos sites de instituições reconhecidas como de excelência no desenvolvimento e na publicação de pesquisas na área da oncologia. E isso, sem o sensacionalismo irresponsável que muitas das vezes só desperta falsas esperanças em quem já está vulnerabilizado pela gravidade de uma enfermidade.
Mas hoje vou falar um pouco do andamento do meu tratamento contra o linfoma, uma forma de câncer do sistema linfático que descobriram em mim em agosto do ano passado.  Quem se interessar pelo histórico pode ver como tudo começou consultando os arquivos do blog.
Depois que recebi o 6º ciclo da quimioterapia R-chop no Hemoam, os exames de controle verificaram uma redução no tumor de 12 cm para algo em torno de 5,5 cm. Claro que eu preferia uma remissão total, mas só tenho que agradecer a Deus essa vitória parcial: e não poderia ter sido pior?
Passei a fazer exames de controle de 3 em 3 meses e a tomar o Mabthera (Rituximab, ou Rituxan) com a mesma periodicidade. O 2º exame e a 2ª aplicação foram no início do mês de outubro/10 e não indicou alteração consistente no tamanho do tumor. Devo continuar tomando o Mabthera como terapia de manutenção. O hematologista que me trata já me disse que se o tumor voltar a crescer, o mais indicado a fazer será o transplante autólogo de medula.
Voltei às minhas atividades normais em abril/10. Até hoje sinto uma ardência na planta do pé esquerdo e, às vezes, simplesmente deixo de senti-lo, como se ele não existisse, e há cerca de um mês voltei a sentir também coceiras nas pernas todas as noites, mas não com o mesmo frenesi do dia em que fiz a laparotomia exploratória, quando foram removidos pedaços do tumor para exame (biópsia) e cocei e esfreguei tanto minha bunda que quase arranco pedaços.
A doença mudou algumas coisas em mim, na minha vidinha, na minha percepção do mundo, umas pra melhor; outras, pra pior. Ela me trouxe, por exemplo, uma consciência mais concreta do fenômeno da morte material como uma experiência intrínseca à vida na face da terra, e sua implicância no afastamento definitivo de meus entes queridos. Trouxe-me também certa irritabilidade, uma ansiedade que às vezes não consigo controlar face minha inabilidade para lidar com coisas não-resolvidas, pendentes sobre minha cabeça. Mas me anima pensar que tudo vai dar certo, e isso deve ser importante em todo esse processo.
Quero desejar a todos os amigos e àqueles que acompanham o meu trabalho aqui no blog, mas, sobretudo e principalmente àqueles que estão nesse momento lutando bravamente pela vida contra esta doença infame em casa, junto da família ou internados em uma unidade de tratamento hospitalar, um Natal e um novo ano cheios de luz e de esperança, cheios de merecimento pela saúde e pela cura redentora.
Que Cristo, nosso exemplo maior cujo advento comemoramos nesta época (mesmo convencido que de fato seu nascimento se deu em setembro),  não seja apenas um nome, mas, sobretudo um princípio, um Estado de Consciência a buscarmos obstinadamente nesta aventura aqui no Planeta Azul de existência material.
Eu os abraço a todos, fraternalmente, e agradeço. Fiquem com Deus!
A partir de hoje estarei afastado aqui do blog, em viagem de férias com Sandrinha, até o dia 17/01/11. Espero encontrá-los na volta para juntos darmos continuidade a este modesto trabalho.

7 Comentários:

Anônimo disse...

Meu querido,

Gosto de saber que você está aqui, com essa sua força, inteligência e boa vontade!
Quero, agora, lhe desejar, assim como a todos os seus familiares, seguidores e leitores do seu blog, um feliz e santo Natal e um Ano Novo pleno de alegrias, bem estar, realizações e de amor!
Abraço carinhoso,
Anitha

Lilian disse...

OI QUERIDO, a muito tempo estava querendo saber sobre o seu tratamento, você fala pouco sobre ele, sobre você, diferente de nós, que falamos, falamos sobretudo que passamos kkkkk
Sua contribuição é, e sempre será importantíssima para a compreensão e entendimento sobre o Ca, os tratamentos, enfim tudo.
Aproveite suas férias, assim que eu receber minha carta de alforria, no dia 30, também parto com minha familia de férias, merecidas, pelo que passamos...Um beijo , Feliz Natal e um 2011, cheio de esperanças, de saúde, de bençãos, de cura, de amor...

Gigi disse...

Querido Daniel,

Desejo-lhe uma Boas Festas, e que o próximo ano lhe traga muita saude.

Já agora boas férias.

Fabiana disse...

Boas festas...aproveite bem as ferias...
que 2011 esta ai, trazendo muita saúde pra todos nós....

Francisca disse...

Oi amigo boas férias viu e volte pq nos adoramos vc feliz 2011, um grande abraço e o meu marido continua em tratamento esta internado ainda;

Anônimo disse...

Não o conheço, mas torço pela sua completa recuperação. Muita saúde, felicidade e alegrias! Que seja um ano de muitas realizações.

Mariana disse...

Este novo ano vai trazer muita saúde! Eu também não o conheço, mas tudo vai dar certo.
Qualquer coisa que precise em relação a um lugar de urologia no centro, eu recomendo este porque meu marido está muito conforme.